terça-feira, 6 de março de 2007

Histérica, eu?

Sou do tipo barulhenta, histérica. Sou sim e não nego! Grito e fico gemendo por horas! Reviro os olhos, aperto, arranho, faço o caralho a quatro (literalmente)! Geralmente gostam disso, mas acredito que não sejam todos vocês que gostem, certo? Hehehe. Acertei? Sabia!
Mas voltando aos barulhos e histerias... Eu grito muito quando meu namorado me come. Eu reviro os olhos seriamente. Não sei se pela minha capacidade descomunal de gozar ou se ele tem o poder. Dedos, pau e língua mágicos. Tudo o que eu pedi a Deus. Eu me recordo de quando mais nova, eu achava que jamais ia chupar um pau ou deixarem me lamber, “Que nojento!” pensava eu. Me arrependo tanto de pensar assim um dia... Nada melhor do que ter sua xana depilada completamente lambida. Sim, quando toda depilada, nota-se uma vontade maior por parte do parceiro, óbvio! Ninguém gosta de chupar boceta-manga, aquelas que são gostosas de chupar mas deixam fiapos entre os dentes. Eca. Imagina sair com o cara e seus amigos, ele abre a boca e está cheio de pentelhos entre os dentes, fala sério! Nojento.Bem, mais quando ele me chupa, eu fico louca, minha perna treme, dou sorrisos, falo besteira. Se bem que no meio da foda eu também falo muita besteira. Muita mesmo! Gosto de puxão de cabelo, tapa, pegada forte na perna, na bunda ou no peito. E quando me bota de 4 é a alegria geral, é a posição que eu me sinto mais gostosa. E como me sinto gostosa. Entra no meu corpo uma entidade que eu chamo de Natasha. Natasha é nome de prostituta. Natashas leitoras, não se ofendam, não quero dizer que toda Natasha é puta. Mas tem muita puta chamada Natasha. Aliás, podia ser Samantha, Márcia, doesn’t metter. Mas a Natasha é uma puta (quase) liberal. Não gosta dessas bizarrices de mijar na cara ou coisa parecida. MENOS AINDA DE QUE CAGUEM NA CARA. Que isso fique bem claro. Ela gosta de mordomia antes de agradar também. Aprecia uma vodca (mas detesta a vodca Natasha), um baseadinho... Ama massagens nos pés, elogios e depois ela retribui tudo com um sexo de melhor qualidade. Depois da foda, Natasha some e quem assume o controle do corpo sou eu. Aí eu tomo banho, lavo o rosto coberto de sêmen e fico cheirosinha e volto a ser a lady de sempre. LEMBREM-SE SEMPRE: Lady na rua, puta na cama. Essa é a chave do sucesso. Não me inspiro em Rita Cadillac, Gretchen, Vivi Fernandez... Essazinhas que fizeram filme pornô e dizem que não vendem o corpo. Eu amo sexo mas não venderia minha intimidade desse jeito. Amo Angelina Jolie. Essa é uma mulher pra quem eu dava. Se bem que eu não sei se ela dá ou come. ENFIM, qualquer coisa com Angelina Jolie. Ela fala de sexo abertamente, mas você viu alguma imagem explícita dela? Não? Nem eu. É desse tipo de mulher que eu estou falando! Ela deve ter a entidade dela também. Talvez a Lisa Rowe de “Girl, Interrupted”, filme que amo. Angelina, se você estiver lendo, entre em contato comigo que a Natasha vira lésbica e te faz feliz! Largará Brad Pítt e tudo meu bem...!

Um comentário:

Daniel Mendes disse...

aii menina virei seu leitor continuo...adorei esse texto.. dei varias gargalhadas e fiquei tbm com um puta tesao.. mas tu total me diverti lendo esse blog seu, mas agora deixa eu continuar a ler os outros texto.. ahh pode ter certeza q tida semana eu passo aki.